Mudanças exponenciais.

Crise pra lá e pra cá, estamos quase sem água por aqui e daqui a pouco as tomadas lá de casa vão servir só pra enfeite. Se é que irão servir pra alguma coisa.

No meio de tanta crise, esse espírito empreendedor não desgruda.

Mudança, evolução. Vejo que esse assunto faz parte do nosso dia a dia cada vez mais, não acham?

Vergonha em dizer que já fazem mais de 2 anos que não coloco uma informação nesse blog. Mas antes tarde do que nunca.

E por falar em mudança, não é que esse tal de formulário dinâmico em PDF também já mudou?

Na verdade nunca tratou-se somente de um formulário, mas de comunicação e como as pessoas interagem com a marca. Se olharmos bem, uma comunicação típica no formato digital normalmente segue os seguintes passos: Pesquisar->Preencher->Verificar->Assinar->Confirmação->Acompanhamento.

E foi essa a evolução. Você consegue hoje não somente construir o formulário, mas olhar para todo o ciclo de solicitação, preenchimento e troca de informações de clientes.

E mudou para melhor, pode-se construir modularmente, uma única vez e ser utilizado em todos os dispositivos móveis, tablets, celulares e smartphones.

Sim, isso mesmo: um formulário dinâmico em PDF com validações e checagens funcionando em um iPhone. Isso tudo em HTML5!

Vejam algumas outras características:

  • Descoberta de formulário simplificado:
    Permita que os clientes pesquisem e encontrem os formulários que desejam em sites da Web e dispositivos móveis, e apresente a experiência correta para o dispositivo e a localização de cada usuário.
  • Preenchimento de formulário de forma mais simples:
    Crie interfaces dinâmicas que ajudam o preenchimento e validam campos, opções para salvar como rascunho, ajuda contextual, opções de assinatura eletrônica e suporte a recursos de acessibilidade.
  • Processamento eficiente:
    Aumente a produtividade através da integração de dados de formulários e documentos com os sistemas e regras de negócios já existentes. Permita que os usuários móveis acessem os fluxos de trabalho e gerenciem tarefas relacionadas a formulários online ou offline.
  • Respostas rápidas e envolventes:
    Responda rapidamente com modelos e conteúdos pré-aprovados para gerar comunicações locais e em lote, como atualizações de status, kits de boas-vindas e declarações.

Aqui vai um vídeo com uma descrição melhor:

Por enquanto é isso!

Anúncios

Liderança

Dilma na Forbes

Caros leitores, que tal variarmos um pouco?

O assunto de hoje é Liderança. E para começar a falar vou citar nossa tão querida Dilma Rousseff. A revista americana Forbes divulgou essa semana sua próxima edição, que deve sair no começo de setembro, e cuja capa estampa nada mais nada menos que a presidente. Ela foi apontada em um ranking da revista como  a terceira mulher mais poderosa do mundo.

A publicação apresenta a trajetória da Dilma e a situação econômica do país, como a ascenção social de grande parte da população. Mas também destaca questões pessoais como a família e o passado na época da ditadura militar.

Bom, relacionar diretamente Poder e Liderança nesse caso da Dilma, pode não soar bem. A Dilma pode ser listada com uma das mulheres mais poderosas do mundo, mas é uma boa Líder? Essa pergunta eu deixo para vocês refletirem, meus caros leitores e eleitores.

Deixando um pouco a Dilma de lado, vamos voltar para Liderança. O que define um bom líder? Existe uma receita para se tornar um líder?

A resposta é não.

Existe um artigo bem interessante do autor Bill George [et al], Descobrindo sua Autêntica Liderança. Nele, os autores descrevem como realizaram entrevistas com vários líderes em diversas áreas para tentar descobrir como eles desenvolveram suas habilidades de liderança. Depois da leitura dá pra concluir que, para descobrir sua autêntica liderança, é preciso:

  • Entender o passado! Olhe para trás e veja o que te trouxe até aqui, aprenda e entenda suas experiências, dificuldades e erros.
  • Acreditar em você e em seus valores. E mais: pratique-os! Você nunca vai saber seus verdadeiros valores até que eles tenham sido testados sob pressão. E aí sim você irá aprender o que é mais importante, o que está preparado para sacrificar e trocas que está disposto a fazer.
  • Equilíbrio, inclusive na sua motivação. Não adianta querer medir o sucesso pelas bens que possui, carros, casas, muito menos pelas expectativas que as outras pessoas colocam sobre você. Encontre o equilíbrio e a sua motivação. Ah, e também não adianta querer mudar o mundo. Não de uma vez só.
  • Você não vence sozinho. Tenha uma rede de pessoas próximas a você, aquelas de sua confiança e que você contará nos momentos de testes e incertezas.

E se voltarmos o foco para o perfil dos líderes sustentáveis, veremos que eles necessitam antes de tudo, serem autênticos.

E na minha opinião, para que o líder possa fazer a diferença nos negócios do futuro, ele precisa ter todos os elementos de um líder autêntico, e para citar algumas competências que pode-se julgar fundamentais, também são Visão Global, Comunicação e Negociação e Autoconhecimento. Principalmente para ser um líder sustentável. Eles precisam ter visão Global para entender que o negócio não está acima do planeta e do meio ambiente, e que precisam achar o equilíbrio entre o lucro, proteção ambiental e justiça social. Comunicação e Negociação para poderem defender suas idéias sustentáveis e confrontar o ceticismo dos outros com serenidade, tolerância e persuasão. E autoconhecimento, para acreditar de verdade na Sustentabilidade.

Agora você pode estar se perguntando, “ah mas tudo isso aí em cima não serve pra mim, eu não nasci líder”. Mas esse é o segredo meu caro leitor. NINGUÉM nasce líder, e você pode começar a ser um a partir de agora! Ou você vai deixar o futuro do país, dos seus filhos, nas mãos da Dilma?

Você não precisa ter nascido com as características ou traços de um líder. Você não precisa de um tapinha nas costas. Você não precisa esperar para chegar ao topo da sua empresa. Você pode começar agora e liderar em qualquer momento da sua vida.

Seja um líder, faça a diferença.

É isso.

Como ilustração desse post, deixo aqui um vídeo do Bill George – Uma história de vida única.

Adobe Customer Experience Management Platform

O ano de 2012 já começou e as novidades estão fervendo. Essa frase parece jargão de vendedor. Parece.

Agora a Adobe está apostando forte na plataforma para gerenciamento da experiência do usuário e existem vários componentes com várias siglas, claro. CEM, WEM, LiveCycle ES3. Se quer saber o que está acontecendo nesse mundo veja algumas dessas apresentações.

É isso!

Adobe demite 750 funcionários, abandona o Flash e o mundo acaba antes de 2012

Uma certa vez ouvi de alguém o seguinte raciocínio:

“Hoje em dia você senta na mesinha do telefone quando precisa fazer uma ligação? Então, antigamente era assim. No futuro ninguém vai sentar na mesinha do computador para navegar na internet.”

Realmente não lembro quem me disse isso, nem se foi de alguém famoso. Mas acho que esse futuro não está tão distante assim, já existem celulares bem mais potentes que meu primeiro Pentium III 500Mhz e você consegue acessar a internet a partir de trecos com mínimo de botões.

Mas vamos falar de internet e a maravilha que o flash é. O fato é que foi uma revolução no modo de fazer internet, com grande penetração e indo muito além dos sites com gifs do século passado.

Mas então veio o Steve Jobs e disse que não colocaria o flash player nas maçãs móveis dele. Aí a Adobe deu de ombros. Aí o Jobs morreu. Aí a Adobe matou o Flash. Agora estão até dizendo que o Jobs tinha razão, que foi pro túmulo e levou o Flash junto.

Eu, sinceramente, acho incrível como alguns blogs, sites e pessoas tornam sensacionalistas esse tipo de notícia.

Primeiro, a Adobe NÃO cancelou matou o Flash. Ela está mudando o foco e isso está bem descrito aqui [inglês]. Há pouco mais de um mês atrás aconteceu o Adobe MAX e todo mundo vibrou ao presenciar as novas capacidades 3D do Flash. Já pensou em jogar Unreal Tournament via web?

Segundo, Jobs não estava certo, nem errado. São só estratégias adotadas pelas grandes corporações para um final único: ter lucro. E se finalmente os usuários finais poderão ver vídeos em qualquer dispositivo ou plataforma, qual o mal nisso?

E tem gente que defende essa ou outra companhia com unhas e dentes, parecendo até torcedor de futebol.

 

 

Adobe MAX 2011 – Balanço

E já se foi o Adobe MAX 2011. Esse ano foi bem diferente dos anos anteriores, não houve o tão comentado “presente” do evento – lembre-se que o ano passado todos os participantes foram agraciados com um smartphone Motorola Droid 2. Ao invés disso, esse ano ganhamos uma cópia da toda suíte Creative por 1 ano.

Mas o que eu quero compartilhar com vocês hoje é o que há de novo no Designer 10.

Niall O’Donavan escreveu um post bem detalhado sobre como foi a sessão dele no MAX, está bem interessante e tem inclusive todo o material usado no curso. (inglês).

Aqui vai o link: http://www.assuredynamics.com/index.php/2011/10/whats-new-in-adep-designer/

É isso.

Adobe MAX 2011 – Primeiras Impressões

Olá pessoal!

Com a abertura do AdobeMAX 2001 está bem claro que a Adobe está desenvolvendo e apostando em soluções na Nuvem e para dispositivos móveis. Não importa qual dispositivo e sistema operacional, o lema é desenvolver uma vez e ter o aplicativo em várias plataformas móveis.

Mas achei uma coisa um pouco estranha e diferente do ano passado. O Kevin Lynch chegou com tudo e já foi direto ao ponto. Não teve aquele suspense do ano passado ou outras firulas. Talvez porque amanhã a Apple vai lançar oficialmente o novo iPhone amanhã e acontece na mesma hora da outra apresentação no MAX. Talvez eles tiverem que mudar algumas coisas de última hora, talvez.

Se amanhã teremos supresas como tivemos no ano passado? É a grande expectativa.

É isso.

Adobe MAX 2011 – Abertura

Olá Pessoal!

Estou ao vivo na abertura do Adobe MAX 2011, e a Adobe acaba de anunciar a compra da empresa Typekit e também o anúncio de um novo service, Could Creative.

Vamos ver o que eles tem pra anunciar sobre Enterprise e ADEP, novidades?

Sigam pelo meu twitter: @diegoap01

E agora ao vivo pelo Twitcam: http://twitcam.com/6q9ms



%d blogueiros gostam disto: